planejamento-de-estoque

Como fazer um planejamento de estoque para a sua empresa?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

A falta de produtos prejudica a empresa e gera insatisfação para os clientes, enquanto o acumulo de itens no estoque pode ser desnecessário, além de gerar prejuízos e prender o Capital de Giro por tempo indeterminado. Daí a importância de fazer um planejamento de estoque para  a sua empresa!

 

Mas, como fazer isso? Por onde começar? O que usar? A seguir, daremos algumas dicas para auxiliar o controle de estoque!

 

Faça um inventário e defina o tipo de estoque

 

Antes de mais nada, é preciso listar quais e quantos itens a empresa já tem no estoque. Esse é o ponto de partida para manter os números atualizados e evitar falhas futuras, então defina apenas um funcionário ou uma equipe para cuidar do inventário.

 

Depois, é preciso pesquisar e escolher o tipo de estoque a ser utilizado na empresa, como:

 

  • sazonal;
  • consignado;
  • de contingência;
  • de proteção;
  • regular;
  • de ciclo;
  • dropshipping;
  • entre outros.

Ah, e atenção: aproveite a etapa do inventário para separar os itens sem giro e realizar promoções.

 

Cuide do local de armazenamento

O lugar no qual as mercadorias são guardadas também deve fazer parte do planejamento, já que ter espaços destinados a cada item otimiza os processos de separação e de envio, por exemplo, e ainda ajuda a evitar perdas. Como assim?!

 

Bom, dependendo dos produtos de sua empresa, há requisitos de armazenamento: observar a temperatura e a umidade do ambiente e garantir que haja circulação de ar pode ser fundamental para preservar a qualidade do que está armazenado. O local, sobretudo, deve prezar a organização e a limpeza.

 

Estabeleça também padrões para receber mercadorias (Quem recebe e confere os itens? Em quais horários recebe?) e movimentá-las.

 

Delegue responsabilidades

Vale ressaltar que há vários processos que envolvem a controle de estoque. Por isso, definir colaboradores e equipes e delegar responsabilidades são tarefas do gestor que devem ser cumpridas.

 

Enquanto você cuida da parte de selecionar fornecedores e analisar relatórios, por exemplo, defina funcionários para:

 

  • definir datas de compras e programar pedidos;
  • controlar entradas de produtos;
  • cadastrar as mercadorias no sistema de gestão;
  • armazenar os itens que chegaram;
  • fazer o inventário com a descrição dos produtos (cor, tamanho, largura etc.) e a posterior inserção em categorias;
  • cuidar das etapas de recebimento de pedidos, seleção e envio;
  • registrar dados relacionados ao giro de estoque.

 

Automatize processos

Já imaginou a facilidade de ter produtos descontados automaticamente do estoque após cada venda ou conseguir verificar rapidamente quais foram os itens mais e menos vendidos do mês ou dos últimos três meses?

 

Por meio de um software de gestão empresarial, isso é possível! Além de automatizar processos e manter os números do estoque atualizados sem dificuldade, esse sistema gera confiança para o gestor, que pode tomar decisões estratégicas baseadas em dados reais.

 

Entenda a demanda por meio da análise de relatórios

 

Lembra que mencionamos no tópico anterior a verificação dos produtos menos ou mais vendidos em determinado período? Pois é, relatórios gerenciais permitem saber o número exato relacionado à saída de produtos. Ou seja, torna possível entender a demanda e se preparar.

 

Os relatórios de estoque, se bem analisados, otimizam todo o processo de gestão, já que a partir deles é possível definir estoques mínimo e máximo e evitar a falta de produtos para clientes ou compras excessivas que geram prejuízos.

 

Defina o estoque mínimo e o máximo

 

Após a análise de quantos produtos foram vendidos em determinado espaço de tempo —baseando-se em um período de, pelo menos, um mês — você já terá uma noção da quantidade suficiente de cada item no estoque.

 

A fim de definir a quantidade mínima e máxima, leve em conta:

 

  • a procura de clientes;
  • o giro de estoque (saída de produtos);
  • o preço dos fornecedores para determinadas quantidades;
  • a sazonalidade.

Como você pôde perceber, fazer um bom planejamento de estoque para a sua empresa pode dar trabalho, mas vale muito a pena para evitar prejuízos, organizar processos, integrar setores e, claro, garantir a satisfação da clientela.

 

E não se esqueça: um sistema ERP — com um módulo completo para controle de estoque e emissão de relatórios gerenciais — é muito útil para otimizar a gestão dos itens armazenados.

Redação

Redação

Blog voltado para estudantes e profissionais do marketing, design, publicidade e entre outras áreas criativas, levando conteúdo de forma simples.

Comentários

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Criado por WP RGPD Pro