História do Papai Noel e a campanha da Coca-Cola no Natal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

A história do Papai Noel foi inspirada em um bispo chamado Nicolau, que nasceu na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinho com moedas próximas às chaminés das casas com isso a figura do bom velhinho foi inspirada até hoje.

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo em pouco tempo. Até o final do século XIX, o Papai Noel era representado com uma roupa de inverno nas cor marrom ou verde e era descrito de várias formas com elfo, espírito, duende, santo e entre outros.

Em 1823, o professor americano Clement Clarke Moore conseguiu que um poema seu, chamado The Night Before Christmas, fosse publicado anonimamente em um jornal o poema fez um grande sucesso que se tornou um grande símbolo do Natal, principalmente na América do Norte. O poema teve muitas controvérsia em relação à verdadeira autoria mas se acredita que o verdadeiro autor seja o professor que na descrição falava que era um velhinho bochechudo que vinha em um trenó e entrava nas casas pela chaminé para entregar os presentes.

Poema The Night Before Christmas:

He was dressed all in fur, from his head to his foot,
And his clothes were all tarnished with ashes and soot;
A bundle of toys he had flung on his back,
And he looked like a peddler just opening his pack.

His eyes—how they twinkled! his dimples how merry!
His cheeks were like roses, his nose like a cherry!
His droll little mouth was drawn up like a bow,
And the beard of his chin was as white as the snow;

The stump of a pipe he held tight in his teeth,
And the smoke it encircled his head like a wreath;
He had a broad face and a little round belly,
That shook, when he laughed like a bowlful of jelly.
He was chubby and plump, a right jolly old elf. . . .

O Bom Velhinho, que também pune as crianças que não se comportaram durante o ano, foi ganhando novas características até que 40 anos mais tarde em 1863 o cartunista americano Thomas Nast criou a imagem do Papai Noel quase igual à que conhecemos hoje e ele também foi o criador da lenda de que Papai Noel morar lá no Pólo Norte. O trabalho do cartunista foi parar na capa da revista Harper’s Weekly.

Papai Noel - Harper's Weekly 1863
Papai Noel – Harper’s Weekly 1863

 

Papai Noel - Cartunista americano Thomas Nast
Papai Noel – Cartunista americano Thomas Nast

Ao passar dos anos vários artistas foram recriando e redesenhando outros Papai Noel cada uma dando uma característica e ampliando uma variedade de estilos, tamanhos e cores na criação daquele simbolo do Natal.

Em 1905, Carl Stetson Crawford ilustrou o volume XXXIII do livro 2 chamado St. Nicholas for Young Folks.

Papai Noel - Carl Stetson Crawford ilustrou o volume XXXIII do livro 2 chamado St. Nicholas for Young Folks.
Papai Noel – Carl Stetson Crawford ilustrou o volume XXXIII do livro 2 chamado St. Nicholas for Young Folks.

Em 1930, quando o mito do bom velhinho, bondoso que entrega presentes em todas as casas do mundo na noite de Natal já estava enraizado no imaginário popular dos americanos, a Coca-Cola contratou o ilustrador Haddon Sundblom para criar sua campanha de Natal.

A primeira ilustração oficial da Coca-Cola usando o Papai Noel.
A primeira ilustração oficial da Coca-Cola usando o Papai Noel.

O Papai Noel em tamanho natural, alegre, e usava o terno vermelho agora é familiar. Ele apareceu em revistas, outdoors e balcões de lojas, encorajando os americanos beber Coca-Cola como a solução para “a sede de todas as estações.” Como o grande objetivo inicial da empresa era aumentar as vendas do refrigerante no inverno, mas o sucesso da campanha foi tão grande que a Coca-Cola passou a adotar a figura do Papai Noel como um dos símbolos da marca, e o público a adotou como símbolo oficial do Natal até hoje.

Apesar de muitos acharem que a Coca-Cola “criou” o Papai Noel, na verdade a marca padronizou sua imagem. Até 1931, o bom velhinho era caracterizado das mais diversas formas, e suas vestimentas nas mais diversas cores. Com a campanha da Coca-Cola foi criado um padrão universal  inclusive a inclusão do gorro vermelho com pompom branco que foi de crédito para a empresa.Um-olhar-sobre-o-Natal-o-mito-do-Papai-Noel-e-uma-Coca-Cola-bem-gelada

Um-olhar-sobre-o-Natal-o-mito-do-Papai-Noel-e-uma-Coca-Cola-bem-gelada2

Embora as histórias sobre um bom velhinho que distribuía presentes para crianças existam desde aproximadamente 300 anos A.C., a figura do Papai Noel foi, de fato, difundida por uma empresa, através de uma campanha publicitária: a Coca-Cola.

Mateus Barboza

Mateus Barboza

Administrador, designer, social media, fundador do Marketing com Café, podcaster e fotógrafo por hobby.

Comentários

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Criado por WP RGPD Pro