sistema para mercado

Marketing digital para pequenas empresas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print
Share on email

As conquistas do marketing digital nos últimos anos alteraram a maneira como vivemos e trabalhamos, agimos e compramos. Encomendamos grande parte do que precisamos pela internet. Também coletamos informações sobre tudo que precisamos na internet. Não lemos um jornal de notícias, mas usamos um aplicativo que reúne artigos de várias mídias, com um filtro especial em nossos interesses. Não compramos livros, lemos no leitor de e-books.

Nas redes sociais, fazemos Networking, formamos grupos e comunidades e compartilhamos conteúdo com eles, com pessoas com gostos em comum. Exploramos nossos arredores com o Google Maps e depois nos deixamos navegar com segurança até nosso destino.

Este avanço da digitalização também traz enormes oportunidades e riscos para as empresas. Mas muitas vezes, principalmente para pequenas empresas, falta o know-how, o conhecimento necessário, para usar o marketing digital profissional para a empresa.

Conheça os “7 mandamentos para o marketing digital de sucesso para pequenas empresas” para fornecer orientação e suporte para pequenas empresas que desejam dar o primeiro passo de maneira correta em direção ao marketing digital profissional de sua empresa.

Seu site é o coração de seu marketing digital

1. Seu site é o coração de seu marketing digital

O site é o coração do seu marketing digital, e vai continuar sendo. No futuro, a parte principal de suas medidas digitais deve garantir que seu público acesse seu site e realize uma determinada ação nele – por exemplo, entrar em contato conosco por e-mail, solicitar produtos, assinar o boletim informativo, marcar uma reunião com um especialista ou se inscrever para um evento digital, que está em alta demanda. A criação do site é a peça central e, portanto, deve ser sempre:

  1. Ser otimizado para todos os dispositivos como (PC, laptop, tablet, Smartphone);
  2. Fornecer navegação compreensível e descomplicada;
  3. Otimizar para o mecanismo de busca;
  4. Ser analisável (para que você possa entender o que está acontecendo do seu lado);

2. Seja interessante e converse sobre isso

No mundo analógico, era muito difícil para a maioria das pequenas empresas construir uma marca ou imagem corporativa por meio da comunicação, que tinha que ser em massa, chata e repetitiva. Medidas de publicidade semelhantes, como anúncios em jornais ou pôsteres, são muito caras e pouco eficientes, portanto, geralmente inviáveis ​​para a maioria das pequenas empresas.

Antes da Internet, dificilmente havia alternativas para uma propaganda de pequeno orçamento. Atualmente, um produtor local pode produzir um pequeno vídeo sobre seus próprios produtos e como são fabricados e anunciá-los no YouTube e no Facebook. Claro, ele pode determinar exatamente quem deve ver seu anúncio – por exemplo, homens e mulheres, +30 anos, em um raio dento de 20 km.

No final do dia, ele define seu orçamento diário para o anúncio para manter os custos sob controle, de forma simples e intuitiva. O marketing de vídeo era impensável para a maioria das empresas locais antes da Internet.

As redes sociais oferecem agora às pequenas empresas a oportunidade de encontrar seus clientes potenciais e existentes como seguidores e de se comunicarem de forma permanente e totalmente gratuita. Ao criar e compartilhar conteúdo (de terceiros e próprios) como imagens, vídeos, artigos especializados, gráficos, estatísticas, e uma infinidade de outros meios de mídia, a pequena empresa pode construir uma imagem e uma reputação que desperte a atenção.

O conteúdo deve se adequar tematicamente à sua marca. Por exemplo, um bar pode compartilhar receitas de coquetéis malucos, listas de reprodução de música para cada parte do dia e eventos futuros para seus seguidores. Um paisagista local, por outro lado, pode apresentar uma de suas plantas favoritas para a área externa de sua casa para seus seguidores todas as semanas ou relatar sobre novas tendências de jardim.

Obviamente, a pequena empresa também pode anunciar seus serviços ou produtos diretamente. No entanto, o conteúdo de entretenimento deve sempre constituir a maioria do conteúdo de mídia social, por ser mais eficiente, e também mais acessível.

Muitas vezes, orienta-se na proporção 70:30 – depois que 70% do conteúdo deve divertir o seguidor ou oferecer valor agregado, 30% do conteúdo pode anunciar diretamente um produto ou serviço. Com esses 30%, os usuários devem ser direcionados ao seu site para conhecer a sua oferta. O ideal é que eles deixem seus dados de contato ou mesmo se tornem um comprador direto.

3. Seja encontrado nos sites de buscas 

Mecanismos de busca como o Google se tornaram o eixo e o navegador da Internet. Se eu quiser mudar de cabeleireiro, procuro “cabeleireiro em Curitiba “no Google. Se estou viajando e fico com fome, peço ao Google “restaurantes perto de mim” ou peço conselhos ao Tripadvisor.

Portanto, as pequenas empresas precisam pensar em quais palavras-chave (termos de pesquisa) são os termos de pesquisa relevantes para sua oferta e assim garantir que seu site seja encontrado através delas. Para pequenas empresas, existem três tarefas essenciais primárias:

  1. Insira sua própria empresa em todos os diretórios de negócios relevantes e crie um link para o site (por exemplo, Tripadvisor, Booking)
  2. Crie uma conta do Google Meu Negócio
  3. Otimize seu próprio site para motores de busca, aprenda SEO. A otimização de mecanismos de pesquisa é um campo muito complexo e frequentemente requer suporte externo, por isso, vale a pena contratar um especialista na área. Para pequenas empresas com foco local em particular, pequenos passos podem levar a um grande sucesso. Às vezes, basta revisar o texto do seu próprio site para focar em suas palavras-chave importantes, para chegar nas primeiras posições do Google.

4. Conheça o seu público-alvo

Ter um retrato exato do seu público-alvo é ainda mais importante no marketing digital e com esse dados dos usuários poderá definir com precisão seu grupo-alvo usando os chamados critérios de segmentação, presentes em todos os canais de divulgação. Você pode então focar precisamente neste grupo definido de pessoas.

Por exemplo, se você tem várias escolas de ioga e deseja atrair mais clientes do sexo masculino para sua escola, você precisará alcançar apenas as pessoas que também têm interesse em ioga e são do sexo masculino. Para ser honesto, não é um grupo-alvo particularmente grande, por isso medir o alcance é realmente importante. Com a ajuda do marketing digital, você também pode abordar pequenos grupos-alvo diretamente e mostrar sua marca mais rapidamente do que com medidas analógicas. Por exemplo, o grupo-alvo do curso de ioga no Facebook inclui 76.000 pessoas.

Você poderia reduzi o grupo-alvo da seguinte forma:

– Masculino

-> 16 anos

– Vive em Curitiba ou num raio de – 50 km

– Interessado em ioga

O anúncio só será exibido apenas para pessoas que atendam a esses quatro critérios escolhidos. Com as medidas digitais, as pequenas empresas usam seu orçamento de marketing de uma maneira muito mais direcionada e podem, assim, anunciar sua empresa com mais eficiência.

5. Reserve um tempo para analisar seus dados

Claro, especialmente em pequenas empresas, o tempo para medidas de marketing é muito limitado, visto que é preciso atender, entregar, produzir, cuidar do pós-venda, entre outras tarefas.

A maioria das pequenas empresas, não há um responsável pelo marketing e o trabalho de marketing costuma ser responsabilidade do proprietário. Muitas vezes, as pequenas empresas precisam, mas ainda não podem pagar, um profissional exclusivo para o marketing. É aqui que as medidas de marketing digital economizam muito tempo. Depois de configurar uma campanha online, você pode adaptar e otimizar, ativar, pausar ou excluí-la com apenas alguns cliques.

Mesmo que não haja muito tempo para marketing, é particularmente importante para as pequenas empresas principalmente, que o orçamento de marketing fique dentro do esperado, mas que seus resultados gerem novos clientes.

Esta é a única maneira de entender suas próprias atividades, medir seu sucesso e compará-lo com o sucesso de outras medidas. Dessa forma, você pode aprender com sua experiência ao longo do tempo, otimizar continuamente suas atividades, e sempre usar o orçamento de forma ainda mais eficiente. Esse efeito de aprendizagem sempre requer uma análise das atividades, de forma calma e concentrada.

Na minha opinião, as opções de análises precisas são uma das maiores vantagens do marketing digital. Por exemplo, você pode analisar as atividades em seu site com o Google Analytics, enquanto pode medir seu sucesso de marketing na plataforma social com as estatísticas internas do Facebook.

O seguinte deve ser sempre usado na marketing digital: tentar – analisar – aprender – otimizar.

6. Pense em “alternativas digitais” de vez em quando

O marketing digital muitas vezes é um território desconhecido, especialmente para pequenas empresas. Por falta de know-how e experiências, muitas vezes evita-se o tema marketing digital.

No entanto, os canais de marketing digital são normalmente muito mais rentáveis ​​do que as medidas tradicionais e são, portanto, uma alternativa extremamente interessante, especialmente para as pequenas empresas. Então, comece a pensar em anúncios “alternativos digitais”. Por exemplo, você tem uma liquidação de verão em sua loja de moda local e deseja anunciá-la?

Até agora, você colocou um anúncio de R$ 1.000 no jornal local da sua cidade todos os anos. Qual é a alternativa digital? Existe a possibilidade de uma campanha de mídia social no Facebook? Ou um anúncio gráfico na rede de pesquisa do Google?

E se sim, o quanto você chamaria mais a atenção? Você pode alcançar o dobro de pessoas com o mesmo dinheiro? Acredito que sim. Mesmo que depois decida anunciar no jornal, você abrirá seus horizontes para o marketing digital, que não terá mais volta. Depois de um tempo, você desenvolverá uma sensação de quando é melhor usar publicidade testada e comprovada e quando o marketing digital é a melhor alternativa.

7. Dê os primeiros passos, mesmo que sejam pequenos passos

Existem algumas empresas locais que aprenderam a usar os canais digitais muito rapidamente, enquanto outras ainda veem o marketing digital com cautela. Claro, o marketing digital ainda é um território novo para algumas empresas locais e o setor está repleto de oportunidades, boas e ruins.

Mentalmente, o começo no marketing digital é um grande passo arriscado para muitos. No inicio por exemplo, você pode começar uma campanha no Facebook com um orçamento diário de apenas alguns reais. Comece com poucos recursos no começo, e ganhe experiência e segurança após pouco tempo.

Quando você tiver adquirido alguma experiência e alcançado o sucesso inicial, aumente seu orçamento mês a mês, e vá acompanhando todos os dados gerados. Aqueles que dão pequenos passos podem progredir lentamente, mas aqueles que não dão nenhum passo irão parar onde estão.

Espero ter conseguido despertar sua atenção e interesse pelo marketing digital com este artigo e incentivá-lo a lidar um pouco mais com o assunto.

Mateus Barboza

Mateus Barboza

Administrador, designer, social media, fundador do Marketing com Café, podcaster e fotógrafo por hobby.

Comentários

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Criado por WP RGPD Pro