Como utilizar o Marketing na Área da Saúde?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

O marketing é essencial para o sucesso de grandes empreendimentos e negócios e isso não poderia ser diferente na área da saúde. Porém, mesmo com a grande demanda de divulgação nesse segmento, algumas dúvidas ainda impossibilitam o crescimento, seja de clínicas, operadoras de planos de saúde e consultórios particulares.

 

Este artigo foi criado para mostrar como o marketing pode fazer a diferença em diferentes setores da saúde.

 

2 benefícios de investir em marketing na área da saúde

 

Divulgação dos serviços prestados

 

É comum vermos pessoas pedindo informações ao estilo ‘boca-aboca’ sobre planos de saúde, clínicas e médicos especializados em certas áreas. Isso acontece porque muitos desses profissionais não dedicam a energia necessária para divulgar seus serviços.

 

O marketing, nada mais é, do que uma forma de apresentar e divulgar os serviços, produtos e atendimentos que o profissional da área da saúde oferece. O público para esse tipo de segmento nunca terá fim e precisará sempre de boas referências para se consultar ou escolher o melhor atendimento.

 

Diferenciação e fortalecimento de uma marca

 

Tanto um médico particular quanto uma rede precisa de uma marca fortalecida e o marketing tem as estratégias certas para isso. Depoimentos, apresentação de serviços e especialidades, formação, atendimento, tempo de experiência… todas essas informações são essenciais.

 

Logo, o marketing será a ponte que levará pacientes em dúvida e cautelosos, até redes de clínicas, operadoras de saúde e até médicos particulares. Assim, apostar em marketing especializado para a área de saúde é garantir uma clientela cada vez maior, aumentando a cartela de pacientes fidelizados.

 

Limitações legais do marketing na área da saúde

 

Dentro da área médica existem algumas limitações legais que proíbem certos tipos de ações para divulgação dos atendimentos e tratamentos oferecidos.

 

Segundo o Conselho Federal de Medicina – CFM, em resolução n.º 2.126, de 2015, não é permitido nenhum tipo de divulgação vexatória envolvendo os pacientes, assim como a exposição indevida, fotos ou vídeos de procedimentos, obrigando todos os médicos e redes a ter bom senso e não utilizar os pacientes como forma de chamar a atenção.

 

Além disso, a “consulta online” é totalmente contra as regras do Conselho Federal de Medicina, então, os profissionais da área da saúde precisam deixar claro não é possível atender por e-mail ou redes sociais, uma vez que cada caso é analisado individualmente.

 

Desta forma as limitações legais para a prática do marketing nesta área permitem a apresentação de especialidades sem a exposição de nomes, imagens e casos reais, que envolvam os pacientes de forma indevida dentro da ética profissional médica.

 

2 estratégias certeiras para o marketing na área da saúde

 

Conteúdo

 

O que um médico tem de melhor é o seu conhecimento em sua área. Por isso uma boa forma de chamar a atenção para possíveis pacientes é criar conteúdo relevante para essas pessoas.

 

Da mesma forma, uma clínica ou operadoras de plano de saúde podem utilizar portais, sites e blogs para criar conteúdo e tirar dúvidas das pessoas, ganhando assim a confiança delas.

 

De acordo como portal HealthLink Dimensions, os profissionais da área de saúde podem trabalhar os seguintes tópicos de conteúdo:

 

  • Notícias da indústria, atualizações de produtos, pesquisas e informações sobre procedimentos e tratamentos.
  • Informações sobre educação médica.
  • Materiais para orientar pacientes.

 

Redes Sociais

 

A apresentação de produtos, planos e atendimentos em redes sociais é uma estratégia quase obrigatório no marketing, uma vez que hoje canais como Facebook, Linkedin e Instagram são utilizados por todos e para tudo.

 

Relacionamentos, pesquisas, aprovação social e troca de informações são feitas pelas redes sociais, logo, toda marca que deseja ser vista e lembrada deve criar seus perfis e mantê-los atualizados.

 

Inclusive, segundo uma pesquisa da CMI no portal eMarketer, 94% dos profissionais de marketing B2B disseram que usaram o LinkedIn para divulgar conteúdo e que esse é o canal mais eficaz para atingir o público. HealthLink Dimensions sugere o LinkedIn é uma das principais redes sociais para médicos.

 

Com estas bases simples, o marketing poderá ajudar, e muito, a alavancar resultados para empresas e médicos dentro do setor da saúde.

 

Redação

Redação

Blog voltado para estudantes e profissionais do marketing, design, publicidade e entre outras áreas criativas, levando conteúdo de forma simples.

Comentários

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Criado por WP RGPD Pro