5 Dicas Para Contratar um Web Designer Freelancer

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Quando é necessário criar um site profissional para promover seu negócio, é sempre bom contar com a ajuda de profissionais qualificados para tal serviço.

 

Hoje em dia, existe diversas possibilidades para se desenvolver um site institucional, blog ou até mesmo uma loja virtual.

 

No mercado Brasileiro, existem 3 possibilidades:

 

  1. A criação do site usando ferramentas online como Wix
  2. A criação do site através de um Web Designer Freelancer;
  3. A criação do site através de uma Agência Digital.

 

As três alternativas são boas, mas a que escolhemos e recomendamos é a contratação de um web designer, vou explicar o porque.

 

Caso contrate um site através de um montador de site online como o Wix, você mesmo terá que montar, você terá limitações e seu site não será nada profissional comparado aos dois outros meios.

 

Caso feche contrato com uma agência digital profissional, seu site será muito profissional e bonito.

 

O grande problema de uma agência digital é o alto preço e o contrato de fidelização de cliente.

 

As agências de hoje em dia, possuem contratos que podem durar de 6 meses até um ano de fidelização, ou seja, você só poderá fechar alterações no site, criação de artes, com a agência que desenvolveu seu site.

 

E por último…

 

A criação do seu site através da contratação de um web designer profissional. Das três opções acima, essa é a que recomendamos, visto que, o preço desse profissional é acessível, o trabalho é profissional e terá todo o suporte necessário.

 

Agora que sabe que contratar um designer é a melhor opção, vamos as 5 dicas para escolher o melhor profissional do segmento.

 

1º Acesse o Portfólio do profissional

Geralmente, essa categoria de profissionais possuem um site, ou portfólio onde é arquivado os melhores projetos realizados.

 

Um Web designer, possui um portfólio para mostrar aos futuros contratantes que realmente entende do assunto.

 

É comum ver portfólios com qualificações como: Sei programar em HTML, CSS3, Javascript, etc….

 

A dica aqui é simples, acesse e navegue tranquilamente no site do mesmo, veja as artes criadas por ele, os sites elaborados, etc.

2º Verifique as avaliações

Uma coisa simples que muitas pessoas esquecem, é olhar as avaliações positivas e negativas que o profissional tem no Google Meu Negócio, No Site Reclame Aqui e na Página do facebook.

 

Exemplo, se uma pessoa caiu no buraco, você não irá querer cair também não é mesmo? Isso se aplica na hora da escolha do profissional para a criação do seu site ou loja virtual.

 

Se existe muitas avaliações positivas, quer dizer que, muitas pessoas confiam e recomendam.

 

Quando o profissional tem muitas avaliações negativas, quer dizer que, ele não é bom e você corre sérios riscos de levar prejuízo.

 

Para evitar que não seja lesionado, recomendamos que antes de contratar, veja todas as qualificações do profissional.

3º Fique de olho na proposta comercial

A proposta comercial desse profissional é onde será possível saber quanto ele irá cobrar para elaborar e desenvolver os serviços solicitados.

 

Quando o designer ou programador tem a capacidade de parar tudo o que está fazendo para montar uma proposta comercial personalizada, quer dizer que ele, é zeloso e está disposto a fazer o melhor para sua empresa.

 

Quando o designer, manda a proposta diretamente no seu Whatsapp ou Facebook, quer dizer que, ele não faz muita questão de pegar seu trabalho.

 

A dica que fica aqui é, na hora de solicitar um orçamento, se atente a como o web designer irá lhe receber.

 

Se ele enviar a proposta diretamente em suas redes sociais, fique com o pé atrás.

 

Se o profissional mandar a proposta com seu nome no documento, explicando cada serviço que o mesmo irá fazer, recomendamos que contrate.

4º De Olho na Tecnologia

Um detalhe que muitas pessoas esquecem, é saber qual linguagem de programação que o web designer pretende programar seu site.

 

Linguagens antigas sem semântica, poderá fazer com que seu código-fonte fique sujo e poderá prejudicar o carregamento da página e o pior, os mecanismos de buscas não poderá ranquear o seu site.

 

Procure sempre, profissionais que saibam programar em HTML5, CSS3, Javascript, PHP e que utilizem um CMS como o WordPress.

5º Você se identificou?

O profissional pode ser o melhor do mercado, pode ter as melhores qualificações, mas se você não gostar dele não adianta!

 

Existe web designers que você irá bater o olho e irá gostar de primeira, e também irá ter profissionais que você não gostará, isso é completamente normal.

 

Um erro que muitos empresários cometem é contratar um profissional que eles não se identificaram.

 

As chances de retrabalhos aumentam em 70% quando você contrata um profissional por falta de opções, ou seja, quanto mais retrabalho, mais atraso seu site terá para ser finalizado.

 

Para evitar que esse problema aconteça, na hora da contratação não economize tempo! Veja portfólio, por portfólio até encontrar aquele que lhe agrada.

 

Bom pessoal por hoje é isso, esperamos que tenha gostado! Se gostou não se esqueça de compartilhar com seus amigos.

 

Redação

Redação

Blog voltado para estudantes e profissionais do marketing, design, publicidade e entre outras áreas criativas, levando conteúdo de forma simples.

Comentários

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Criado por WP RGPD Pro