Marketing

Marketing de Guerrilha

Bruno Castro
Escrito por Bruno Castro

O marketing de guerrilha é uma forma de desenvolver estratégias mercadológicas, campanhas publicitárias
criativas e inovadoras com um pequeno orçamento.

O marketing de guerrilha ficou conhecido principalmente pelo autor Jay Conrad Levinson, que disseminou a ideia com o objetivo de possibilitar grandes resultados com pequenos investimentos nas organizações de pequeno porte.

Um dos princípios básicos do Marketing de Guerrilha é abandonar as mídias comuns criando novas opções de comunicar, seguindo a ideia “não compre mídia, crie uma”.

O marketing de guerrilha geralmente é mais utilizado na propaganda, quando uma mídia tradicional como rádio, televisão, jornal não alcançam impactos almejado no público ou quando uma empresa de pequeno porte não tem recursos financeiros disponíveis para  investir em mídias publicitárias convencionais.

Cases de marketing de guerrilha

 

A Brahma e a emboscada na Copa de 94

Na época, a Brahma criou uma milionária campanha que tinha como objetivo destacar a liderança da marca no mercado de cervejas e ressaltar o slogan de “cerveja número um”. Além de criar a “Torcida Número Um” para agitar as arquibancadas nos Estados Unidos, a empresa tinha como garoto-propaganda Romário, o craque da Copa, que aparecia coincidentemente comemorando os gols e depois o título adivinha como? Sinalizando o número um com as mãos.

O fato é que a Brahma não não tinha comprado cota de patrocínio nem com a Globo e nem com a Band.
Quem patrocinava o evento era a Kaiser e Antártica que tinha direito de exclusividade, ou seja, pagaram caríssimo por isso.

A equipe de marketing da Brahma se posicionaram em frente do estádio antes do jogo distribuirão materiais promocionais aos torcedores.

Toda vez que o Brasil fazia um gol os torcedores levantavam a mão com material promocional com o “número um”.
Isso fez com que a Brahma ganhasse mais repercussão que as marcas patrocinadoras do evento.

Veja mais alguns casos de marketing de guerrilha com S.Arata.
Vídeo no portal dos administradores – ADM NINJA.

Todos estudantes da área de negócio já ouviram falar do livro “A arte da Guerra” de Sun Tzu.

Este livro faz uma analogia perfeita sobre o marketing de guerrilha.
O livro retrata como um general de um pequeno exercito consegue combater uma tropa dez vezes maior do a dele e mais bem armadas utilizando estratégias e recursos eficientes.

Sobre o autor

Bruno Castro

Bruno Castro

Bruno Castro, 21 anos, natural de São Paulo.
Técnico em administração de empresas e contato publicitário.
Acadêmico na área de marketing na Universidade Anhembi Morumbi.
Cursos de extensão na Laureate International Universities, Universidade de São Paulo (USP), Senai e Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado Opinião e Mídia.

Assine a nossa Newletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!