Marketing

Marca da GVT deixará de existir

Mateus Barboza
Escrito por Mateus Barboza

A marca GVT deixará de existir em breve. A confirmação foi feita nesta semana pelo israelense Amos Genish, ex-comandante da antiga GVT e que assumiu a presidência da Telefônica Vivo em março. A marca foi recentemente adquirira pela espanhola Telefónica, numa transação avaliada em R$ 22 bilhões.

“Desde que cheguei deixei claro que não sou mais da GVT. Houve até uma discussão sobre marcas nesse novo plano e algumas pessoas queriam contratar consultorias para avaliar se valia a pena manter algo da GVT. Eu falei que não precisa, não existe maias GVT, vamos usar só Vivo”, explicou o executiva em entrevista à Exame.

Ainda não se sabe quando a marca deixará de existir por completo, mas a ideia é que a mudança ocorra em curto prazo. O plano inicial era fazer isso ao longo de três anos, mas Genish acredita que isso possa criar a falsa ilusão no consumidor que existem duas empresas.

Com a mudança, a companhia pretende acelerar os investimentos em infraestrutura de forma a competir com NET em melhores condições. Melhorias no atendimento ao cliente, investimento em aplicativos e aumento da margem de lucro (de 29% para 35%) também estão entre as novas metas do grupo.

Fonte: Exame

Sobre o autor

Mateus Barboza

Mateus Barboza

Administrador, designer, social media, fundador do Marketing com Café, podcaster e fotógrafo por hobby.

Assine a nossa Newletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!