Marketing

Entrevista com ex camelô e hoje empresário guru do marketing David Portes

Bruno Castro
Escrito por Bruno Castro

Entrevista com ex camelô e hoje empresário guru do marketing David Portes. A entrevista aborda a história e as principais características deste empreendedor, bem como as habilidades e competências que o indivíduo deve desenvolver para se tornar um empreendedor de sucesso.

Em uma atividade acadêmica pela Universidade Anhembi Morumbi sobre empreendedorismo, tive a oportunidade de entrevistar o ex camelô e hoje empresário guru do marketing David Portes.

David Portes ou como é conhecido globalmente David “The Camellot”. A história de superação de David serve de motivação para as pessoas que sonham em empreender e que buscam uma vida mais digna e melhor.

David é nascido em Campos na roça, estudou apenas até a antiga sétima série do ensino fundamental, trabalhou na lavoura de cana-de-açúcar e seu sucesso teve início no final dos anos 80 quando migrou para a capital do Rio de Janeiro.

Pouco tempo depois de chegar a capital do Rio de Janeiro, perdeu o emprego e a casa onde morava na favela da Rocinha. David se viu desempregado, desabrigado e com sua mulher prestes a dar a luz.

Com R$ 12,00 que pediu emprestado ao porteiro da avenida Presidente Wilson, comprou doces para revender  e logo descobriu sua vocação de vendedor.

David investiu em uma barraca de doces no centro do Rio de Janeiro na rua Presidente Wilson, sua ousadia, criatividade e maneira de tratar o cliente fez com que lhe tornasse conhecido no mundo inteiro. Para ter uma noção David tinha áreas subdivididas em sua barraca de doces como setor “engordiet”, “mezanino”, setor de refrigerado, call center, delivery, fora suas promoções inusitadas, onde fazia parceria com outros comerciantes para agregar valor ao seu negócio.

Diante de tanto sucesso, David foi convidado a palestrar para executivos do mundo corporativo. A maestria com que conduzia as palestras lhe rendeu o prêmio internacional World Business de 2007/2006 como palestrante revelação, sendo elogiado e usado como case por Philip Kotler.

Estudo, para ter total domínio do que vai fazer, Ouvido, para escutar seus clientes, diferencial, para se destacar no mercado e carisma são habilidades que os indivíduos devem desenvolver para se tornar um empreendedor de sucesso, segundo David Portes.

Hoje David é empresário e dono da empresa Invescomm que conta com três empresas: A Agência de marketing AD, o app Facilista e a Talk Palestras.

ENTREVISTA

Muitos empreendedores começam a desenvolver seus empreendimentos através de uma ideia, seja ela para um produto ou serviço inovador, ou para suprir necessidades que ainda não estejam completamente atendidas. No seu caso foi diferente? Por quê?

No meu caso, o que me levou a empreender foi a necessidade. No começo não foi muito consciente. Eu tinha R$12,00 nas mãos e uma mulher prestes a dar a luz, precisava multiplicar minha renda. Fui em uma loja de doces e comprei tudo em mariolas. Em pouco tempo, consegui triplicar o que eu tinha. Ai sim comecei a entender a dinâmica do empreendedorismo, e descobri que eu era bom.

Quais eram suas atividades de trabalho e seu padrão de vida antes de começar sua vida de camelô?

Eu sou de Campos, nascido na roça. Eu e minha família trabalhávamos na roça para sobreviver. Quando eu vim para o Rio, antes de ser camelô, fui motorista, vendedor de linguiça, servente de pedreiro, vendedor de amendoim… Ixi, já fui tanta coisa! Fui coisa que nem me lembro mais que fui. Hahaha.

Antes de se tornar camelô, você já havia trabalhado com marketing, vendas ou atividades ligadas diretamente com relacionamento com clientes? Se sim, como foi esta experiência?

Já fui muita coisa nessa vida, e já vendi muita coisa antes de ter a minha banca de doces. Todas as experiências serviram de bagagem para que eu me tornasse o profissional que eu sou hoje. Cada história, cada perrengue, cada sucesso é uma ponte de conhecimento para me reinventar. Cada vez que eu saia na rua, cada produto que eu vendia, cada cliente que eu conhecia, era valor que eu agregava pra minha “marca”. Não existe conhecimento melhor do que a troca com o cliente, do que o olho no olho. Isso eu aprendi na rua.

Como lidava com a concorrência?

Concorrência sempre existiu e sempre vai existir, meu segredo é que eu sempre me destaquei. No meu trabalho eu sempre fugi do tradicional investia em novidades. Seja no jeito de tratar os clientes, distribuindo mimos, fazendo parceria com outros comerciantes, exibindo meus produtos de forma diversificada…eu sempre, sempre busquei me destacar no meio da multidão.

Quais habilidades contribuíram para ser um empreendedor de sucesso?

Eu tenho uma capacidade pessoal de escutar as pessoas, e na minha opinião, pra qualquer negócio dar certo é preciso ouvidos. Não importa a sua opinião ou o que você precisa, e sim o que o cliente anseia. Cliente é tudo, e é pra ele que você trabalha. Você não pode tentar adivinhar o que ele quer. Eu sempre trouxe meu cliente pra perto, sempre soube exatamente o que ele queria, então era mais fácil saber qual caminho seguir. Empreendedor que não tem diálogo com o cliente não tem nada.

Qual é sua motivação para as atividades empresariais?

Hoje em dia eu faço o que eu gosto. E faço com meu filho, o que é melhor ainda. Transformei a necessidade em prazer.

Quais medidas você tomou para superar eventuais limitações pessoais que poderiam afetar no seu empreendimento?

As limitações pessoais, acredito eu, são escadas pra você se superar. Minha vida sempre foi na base da superação. Nada me fez parar. Então, minhas limitações nunca afetaram meu empreendimento, muito pelo contrário, me motivaram a superar.

Como empreendedor, que processo você segue ao tomar decisões? Como isso difere do processo de tomada de decisão que você usava em carreiras anteriores?

Hoje em dia eu não estou só, conto com uma equipe capacitada que confio plenamente. Eles me ajudam a tomar decisões mais difíceis e que envolvem maiores responsabilidades. Meu filho Thiago é meu braço direito dentro e fora das minhas empresas, e é com ele que eu conto na hora de tomar decisões.

Do seu ponto de vista, quais são os benefícios e riscos do empreendedorismo?

A autonomia que você consegue ter, e a paixão em um negócio que você construiu são coisas maravilhosas. Mas como contraponto, principalmente no começo, a instabilidade é muito grande. Ser empreendedor não é fácil a longo prazo. É preciso planejamento e muito estudo para saber onde pisar.

Quais são as habilidades e conhecimentos essenciais para um empreendedor de sucesso?

– Estudo, para ter total domínio do que vai fazer.
– Ouvido, para escutar seus clientes.
– Carisma.
– Diferencial, para se destacar no mercado.

Se pudesse voltar ao início de tudo. O que você faria de melhor ou de diferente? Quais erros não cometeria?

Eu não faria nada de diferente. Talvez não investisse em uma ação aqui, investisse mais em determinada época na bolsa ali. Mas eu estou feliz com o meu hoje, e meus erros e acertos me fizeram chegar até aqui.

Como encara o fracasso ou a possibilidade de fracassar?

O fracasso faz parte do processo. Já fracassei inúmeras vezes e perdi muito dinheiro. O fracasso diferencia quem deseja daqueles que acham que querem. Quem deseja levanta e recomeça.

Quais dicas você daria para um empreendedor que esta começando agora?

Vai e faça. Se você esperar nunca vai fazer. Mas pesquise muito antes de se aventura.

Sobre o autor

Bruno Castro

Bruno Castro

Bruno Castro, 21 anos, natural de São Paulo.
Técnico em administração de empresas e contato publicitário.
Acadêmico na área de marketing na Universidade Anhembi Morumbi.
Cursos de extensão na Laureate International Universities, Universidade de São Paulo (USP), Senai e Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado Opinião e Mídia.

Assine a nossa Newletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!