Marketing

E-commerce x E-mail Marketing: Uma relação sem divórcio

Mateus Barboza
Escrito por Mateus Barboza

Converso diariamente com heads de marketing digital de e-commerces e é comum ouvir duas opiniões bem diferentes: os que têm repúdio ao e-mail marketing e os que aumentam suas vendas com essa mídia. Alguns dizem que já tentaram, mas não funcionou muito bem. Outros dizem que odeiam receber e-mails desse tipo em sua caixa de entrada. Já ouvi o coordenador de marketing de um grande varejista dizer “e-mail marketing é furada!”. Ok, era a visão dele. Do outro lado já ouvi “o e-mail marketing salvou meu faturamento”. São duas visões bem diferentes sobre o mesmo canal, mas apenas uma delas está vendendo. Por quê?

Erros comuns

– Falta de estratégia: Qualquer ação realizada sem estratégia oferece um alto risco de não trazer resultado. Com o e-mail marketing não é diferente. Disparar apenas por disparar não funciona. É preciso saber por que aquela campanha está sendo criada, quando será disparada e se o que você vai mostrar ao seu cliente é relevante para ele.

– Deixar em 2º plano: É comum empresas dispararem e-mails apenas quando as vendas do dia/semana/mês estão em baixa. Também é comum enviar uma campanha para oferecer aquele produto que está no estoque há meses. É importante salientar que o e-mail não fará mágica com seu faturamento nem com seus produtos parados. Se aquele produto está parado no estoque, há um motivo para isso. Pode não ter valor agregado, o preço pode estar acima da média, pode não ter a qualidade que seu cliente espera, etc. O mesmo serve para o faturamento, se você não está atingindo a meta, não é uma campanha que irá salvar (pode até acontecer), mas há muitos outros fatores contribuindo para isso.

– Falta de segmentação de clientes: Você precisa entender que o Paulo, de 53 anos, não irá comprar uma meia antiderrapante da Hello Kitty. E que a Jéssica, de 18 anos, não irá comprar o novíssimo aparelho de barbear com oito lâminas. Eles até podem comprar, mas tenha em mente que o que vale realmente é mostrar ao seu cliente o que ele precisa ver/saber/comprar. Quanto mais segmentados forem os seus disparos, maior será sua conversão e mais relevância você terá nas suas próximas campanhas.

– Enviar para e-mails que não são Opt-in: Afinal, o que é isso? Opt-in é a autorização concedida por um indivíduo para que uma empresa possa enviar suas mensagens a ele. Existe também o “soft opt-in”, onde não há a autorização formal, mas a relação entre Cliente x Empresa deixa implícita a permissão para envio desses e-mails. Não há segredo. Utilize e-mails que se enquadrem nesses critérios e você não terá dor de cabeça. É bem comum o uso de bases de contatos aleatórias. Além de não gerar resultados você estará prejudicando sua reputação nos servidores de e-mail, podendo causar até bloqueios.

Sugestões

– Contratação de empresa especializada: Há muitos disparadores de e-mail no mercado, mas poucas empresas possuem uma gestão de infra-estrutura que garanta a entrega de seus e-mails de forma profissional e adequada.

– Trabalhe de forma integrada: Hoje em dia os profissionais de marketing estão cada vez mais sobrecarregados. Uma alternativa para ganhar tempo é deixar seu serviço de e-mail marketing integrado ao seu e-commerce. Assim, o trabalho operacional consome menos tempo e você pode se dedicar mais ao estratégico.

– Carrinhos abandonados: até 70% das pessoas que visitam seu e-commerce chegam a adicionar um produto no carrinho, mas saem da página sem finalizar o pedido. Você possui uma estratégia para melhorar sua conversão? Serviços de recuperação de carrinhos são extremamente importantes para qualquer loja virtual. Se você não utiliza, corra!

– Datas comerciais: Você sabia que existe o Dia Mundial da Água? E o Dia do Automóvel? Sim, existem! Assim como o Dia do Cliente e o Dia da Cachaça. Explore mais as datas que fazem sentido ao seu mercado de atuação. A maioria dos e-commerces não aproveitam essas datas e deixam passar uma oportunidade gigantesca. O mesmo vale para todos os aniversariantes da sua base. Na data de aniversário as pessoas estão mais propensas a abrir uma mensagem. Seja apenas uma felicitação ou um cupom de desconto, funciona.

Estabeleça um relacionamento constante com seus clientes, de forma agradável e relevante para ele. Trace uma estratégia bem feita e única. Se seu cliente comprou uma TV, porque não oferecer um suporte para TV? Se ele comprou um xampu, que dura em média um mês, porque não oferecer outro assim que esse prazo estiver esgotando?

Pense no seu cliente e no que ele quer de você!

Dyego Joia possui mais de 6 anos de experiência no mercado digital e já atendeu contas importantes como JAC Motors, Polishop, Portal Terra, Victorinox, Hugo Boss, Quatro Rodas, entre outras. Atualmente, é sócio e Diretor Comercial do Enviou, empresa de E-mail Marketing e Recuperação de Carrinhos Abandonados que já se integrou a mais de 18.000 e-commerces em todo o Brasil.

Sobre o autor

Mateus Barboza

Mateus Barboza

Administrador, designer, social media, fundador do Marketing com Café, podcaster e fotógrafo por hobby.

Assine a nossa Newletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!