Empreendedorismo Estratégia Gestão Marketing

Como seu processo de gestão financeira influencia em suas vendas

Breno Andrade
Escrito por Breno Andrade

No mundo dos negócios muitos empresários desconsideram o fato de que os processos de gestão financeira da empresa influenciam diretamente no processo de vendas.

Muitas empresas deixam de vender mais e conquistarem novos clientes, devido a grandes falhas no processo de gestão financeira.

Um exemplo clássico disso é a relação entre o departamento de vendas e o pessoal da equipe de estoque. Quando há falhas na comunicação entre esses setores, pode acontecer de o vendedor vender um produto que não tem mais no estoque

Isso compromete diretamente o prazo de entrega e gera transtornos para o cliente, para o vendedor e, consequentemente, para a empresa.

E quando isso acontece, a empresa pode Queimar o seu filme com cliente, que por sua vez não dará boas referências da empresa.

Não podemos, nunca, esquecer uma famosa frase que diz:

“O cliente satisfeito é um dos melhores vendedores que uma empresa pode ter do seu produto ou serviço”

Um cliente mal atendido pode causar prejuízo

Quando um cliente é mal atendido, devido falhas no processo interno de comunicação da empresa, ou devido a falhas no processo de gestão, quem sai perdendo no fim das contas é a própria empresa.

Outro exemplo clássico de que o processo de gestão influencia diretamente no processo de venda é a falha no processo de cobrança e na atualização dos valores no sistema.

Isso é mais comum acontecer principalmente em empresas que ainda utilizam um processo manual de cadastro de produtos e valores em planilhas. Uma pequena falha humana na atualização dos relatórios pode gerar uma divergência de valores enorme, prejudicar o financeiro e retardar o processo de vendas.

Por isso é muito importante que todos os setores da empresa estejam integrados e haja uma boa comunicação entre eles.

O departamento de vendas deve estar ciente de tudo que tem no estoque, dos valores atualizados dos produtos e dos serviços, etc.

Os departamentos de gestão, de estoque e de finanças, também devem estar com relatórios atualizados, atentos as vendas que foram feitas, até mesmo para melhor controle do fluxo de caixa e aquisição de novos produtos, mercadorias ou a contratação de serviços.

Muitas empresas ainda não se adaptaram ao novo mercado

Não é raro encontrarmos hoje em dia empresas cujos vendedores ainda utilizam os processos antigos de preenchimento manual de vendas, ordem de serviço, valores, etc.

E ao final de um determinado período, acontece, às vezes, de este ou aquele serviço não ser executado, porque o serviço não foi descrito da maneira como deveria ter sido descrito, ou talvez por falha na interpretação do texto, por parte de quem executaria.

O famoso pré-vendas

Outra coisa que muitos empreendedores esquecem é de que no mundo do empreendedorismo a venda deve ser planejada antes mesmo de o produto ou serviço ser vendido.

E o pré vendas se dá, principalmente, na questão administrativa.

Antes mesmo de um produto ou serviço a ser vendido deve estar claro, para todos os  colaboradores da empresa, a função de cada um dentro do processo geral.

Os vendedores devem repassar as informações de maneira precisa ao pessoal do estoque, que por sua vez se encarregará de manter todo o estoque atualizado, com os valores, quantidade de produtos e equipamentos, novas aquisições…

E os responsáveis pela execução dos serviços devem estar cientes de tudo o que foi acordado para a sua realização.

Assim, no fim de um período, o empresário terá um relatório completo e poderá avaliar o desempenho de suas vendas e a melhoria no seu processo de gestão.

Ferramentas que surgem como solução para parte do problema

Graças à tecnologia, hoje boa parte do processo de gestão empresarial pode ser automatizada, utilizando softwares, como sistemas ERPs.

Esses sistemas facilitam e otimizam boa parte do processo, como por exemplo a parte financeira: contas a pagar, contas a receber, fluxo de caixa, conciliação bancária, etc.

Existem ainda softwares que são específicos para determinadas funções, exemplo:

  • Software para gerar notas fiscais
  • Software para emissão de boleto
  • Software para controle de estoque
  • Software para gestão de pessoas
  • Entre outros

Mas para empresas que vendem produtos e serviços, temos disponíveis hoje no mercado softwares de gestão empresarial completos, onde todos os departamentos da empresa podem ser totalmente integrados, facilitando a administração e a geração de relatório final.

Para ajudar empresários que estão em busca de um sistema de gestão ou ERP Online para sua empresa, a Vinde fez uma seleção com os melhores softwares de gestão financeira do mercado e deixou uma breve descrição sobre cada um deles. Vale à pena conhecer antes de contratar.

A maioria dos softwares de gestão disponível no mercado conta como inúmeros recursos, que vão desde a emissão de boletos a integração com e-commerce.

O importante, para empresas que optam por incluir um software de gestão em seu processo administrativo, é saber escolher o sistema ERP com o melhor custo benefício para o seu negócio.

O Software não é a solução final.

Mas não basta apenas a instalação de um software de gestão em uma empresa para garantir a melhoria nas vendas. É preciso que todo pessoal seja treinado para utilizar o software e obter os melhores resultados, tirando proveito ao máximo de todas as funcionalidades do sistema; só assim um sistema de gestão poderá também ajudar nas vendas.

O pós venda

Além de otimizar o processo de gestão e vendas, é importante ressaltar também o processo pós-venda.

Você já parou para se perguntar quanto vale o seu cliente?

Empresas que não prestam um bom atendimento ao seu cliente após vender para ele um produto ou serviço, estão fadados também ao fracasso.

Isso ocorre porque o cliente sente a necessidade de ser atendido depois de adquirir um produto ou serviço.

Porém, muitas empresas deixam de prestar um serviço de atendimento pós-venda. Elas concentram-se apenas na venda;  depois que vendem, esquecem do cliente.

Isso causa uma má impressão e faz com que aquele cliente, que não se sentiu bem atendido após a venda, cancele os serviços e não indique a empresa para outras pessoas.

Por outro lado, fornecer um bom atendimento pós venda, não só retém o cliente, como faz com que ele indique os serviços da empresa.

Isso atrai novos e clientes e aumenta a relevância da sua marca no mercado, criando engajamento.

Por isso, tão importante quanto ter um bom processo de gestão e uma boa estratégia de Marketing para gerar vendas, é oferecer um bom atendimento ao seu cliente após a venda.

Espero que essas informações possam somar em sua trajetória de sucesso!

Sobre o autor

Breno Andrade

Breno Andrade

Blogueiro por vocação. Especialista em SEO, apaixonado por tecnologia e analista de Marketing do Dinngol, um Sistema ERP Online para pequenas empresas.

Assine a nossa Newsletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!