Design

As incríveis colagens coloridas do artista brasileiro Adriano Catenzaro

Redação
Escrito por Redação

Quem gosta de cores, arte e design, não pode deixar de se inspirar com o trabalho desse brasileiro.

O artista gráfico, designer e ilustrador em destaque é Adriano Almeida Gonçalves, conhecido como Catenzaro. Catenzaro nasceu em 1979 em Curitiba – Paraná, onde vive e trabalha atualmente. Suas obras são baseadas na colagem manual de recortes de papéis e outros materiais.

Adriano sempre teve uma preocupação em tentar reaproveitar materiais que seriam descartados. A colagem é como uma tentativa de dar uma nova função e criar novas formas com estes materiais.

Manualmente, ele mistura papéis, embalagens, impressos, plásticos, tecidos, além de materiais gráficos como tintas e pigmentos. As composições brincam com a combinação de diferentes cores e texturas, propositalmente recortados de forma improvisada.

O resultado são figuras de animais coloridos, silhuetas arquitetônicas, humanoides sorridentes, além de formas geométricas e abstratas, vivendo num universo de papel, cola e barbantes. O artista já ilustrou várias capas de publicações, além de participar de exposições, concursos e seleções.

Conversamos com Adriano para saber um pouco mais sobre suas inspirações:

catenzaro-auto-retrato

Shutterstock: Adriano, queria que vc falasse um pouco sobre você e como chegou até a arte e a colagem.

Adriano: Sou designer gráfico e de embalagens por formação. Trabalhei muito tempo com design editorial e mais tarde abri meu próprio escritório de design gráfico. Acho que a arte e a colagem sempre estiveram lá.

Nos meus primeiros trabalhos eu utilizava tintas (variados tipos) sobre madeira. Eu sempre tive um fascínio, uma atração por materiais gráficos, mais especificamente pelo papel e suas diferentes texturas e composições. Tentava aplicar o conceito nas peças através do uso de papéis diferenciados nos projetos, ou mesmo a mistura com outras coisas.

catenzaro-arvores

Há quanto tempo cria as colagens e quais materiais mais utiliza?

Há mais de 15 anos trabalho com a colagem. Comecei com a colagem digital, mas não me agradava muito a manipulação virtual. Precisava tocar os materiais, sobrepor, explorar e combinar texturas. Então comecei a criar as peças com recortes reais de papéis e outros materiais.

Nunca concordei que aquelas embalagens cheias de cores, brilhos e texturas, servissem apenas para transportar o produto da loja até em casa. Sentia uma certa “pena” de jogá-las no lixo. Elas poderiam se unir para criar uma outra história.

catenzaro-sao-paulo

Qual sua rotina de criação?

Não existe uma rotina fixa. Eu vou diariamente para o estúdio. Dependendo do trabalho fico na pesquisa ou na concepção do conceito. Muitas vezes desenvolvo vários projetos ao mesmo tempo. E muitas vezes outras ideias e oportunidades surgem enquanto estou finalizando outros.

catenzaro-la-habana

Qual a influência das cores nos seus trabalhos? 

Total. A cor é tudo. Exploro muito a cor, seus contrastes e combinações. Muitas vezes uma peça isolada não diz nada, mas quando sobreposta com outras cores, torna-se uma história cheia de vida. Utilizo muito partes de embalagens, que são selecionadas primeiramente pela cor e depois a textura.

catenzaro-rio-de-janeiro

Está tocando algum projeto específico atualmente? 

Na verdade, vários. Porque sempre surge novas ideias. Adotei um caderno para anotar muitas das coisas vão surgindo durante o dia (e a noite). Atualmente estou trabalhando numa série de ilustrações de capitais brasileiras, que pretendo finalizar ainda este ano.

Também tem uma coleção de colagens abstratas intituladas provisoriamente como “sustentáculos” em fase final. Ainda quero iniciar um novo projeto misturando papel e tinta criando um truque, por enquanto sem muitos detalhes. E outro, que tentarei aplicar uma técnica que utilizei em uma das obras, em roupas para uma grife.

catenzaro-vida-de-global

O que é arte para você e como você definiria a sua arte?

A arte pra mim é questionamento. Isso é belo? Isso não é belo? Vamos pensar sobre isso? Não vamos pensar?

É difícil a gente definir a própria arte, mas acredito que a palavra que mais se enquadra em todo o meu trabalho seria “reaproveitamento”. A colagem em si é uma forma de reaproveitar um material que seria descartado, para criar algo que contará uma história.

Ela questiona também, como quem diz, “isso não precisa ir para o lixo, não deve! Isso pode ser reaproveitado”. Isso pode despertar nas pessoas uma reflexão sobre as coisas que descartamos e se realmente é necessário ter sempre esse fim.

catenzaro-homem

Com o que você se inspira?

Com tudo. Eu gosto muito de caminhar para observar o ambiente. A música também me inspira muito. Sempre estou ouvindo no estúdio. Ainda sou da época dos CD’s. Gosto de ouvir um disco completo, na ordem das músicas, assimilando toda a história, e assim vão saindo os recortes. Também gosto de observar tudo que tem textura e materiais diferenciados.

catenzaro-brasil

5 coisas que você não consegue viver sem.

Música, meu caderno de anotações, óculos escuro, lâminas novas para o estilete e cola em bastão.

catenzaro-pessoas

Com tantas imagens, fotos e vetores disponíveis no site da Shutterstock, o que você criaria ou qual dica daria para quem quer começar esse trabalho?

Eu pegaria um ícone específico de cada nação para criar uma colagem de um novo mapa mundi. Vou até anotar esta ideia para fazer!

Para quem quer começar a fazer colagens é só começar…agora! Pegue cola, tesoura, procure revistas, embalagens de cosméticos (que geralmente tem muitas cores) e comece a recortar e colar. Faça, refaça, reaproveite até ficar satisfeito com o resultado.

catenzaro-futebol-menino catenzaro-galo catenzaro-maniac catenzaro-mar-sol catenzaro-urso

Veja mais do trabalho de Catenzaro no Facebook: /Catenzaro. No Instagram: @catenzaro. No Twitter: @catenzaro.

Fonte: Shutterstock

Sobre o autor

Redação

Redação

Blog voltado para estudantes e profissionais do marketing, design, publicidade e entre outras áreas criativas, levando conteúdo de forma simples.

Assine a nossa Newletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!