Carreira Empreendedorismo Estratégia Marketing Marketing Digital Marketing Pessoal Social Media

Aprendendo sobre negócios, imagem e marketing com Anitta

Jason Mello
Escrito por Jason Mello

Que a Anitta é um dos maiores fenômenos musicais do Brasil e tem alcançado números absurdos todo mundo sabe. Mas você sabia que ela administra sozinha a própria carreira e é considerada um dos maiores cases do Youtube Brasil?

1- Sim, ela é sua própria empresária

Isso mesmo. No início de sua carreira Anitta era assessorada pela empresária Kamilla Fialho. Nas palavras da ex-empresária, a Anitta “é extremamente inteligente, uma das artistas mais completas que eu já conheci”. No entanto, em 2014, a cantora resolveu romper o contrato e administrar a sua própria carreira sozinha.

Desde então, a cantora conseguiu se transformar em um negócio muito bem estruturado e começou a escalar para um sucesso internacional.

Além disso, conforme divulgado na Revista Veja, como empresária, Anitta conquistou seu primeiro cliente em agosto deste ano: o cantor pop Micael Borges.

2- É um case de co-branding

Lembra dos hits da cantora com astros mundiais como Maluma, Iggy Azalea, Poo Bear e Major Lazer – e uma possível música com Justin Bieber? Esta “parceria” entre as marcas é denominada de co-branding e conceituada por Spethman e Benezra (1994) como “uma parceria de duas ou mais marcas para formar um produto separado, único e transferir associações positivas dos parceiros para os mesmos”.

Ou seja, ao utilizar o co-branding, espera-se que uma marca fortaleça a outra e que isso seja perceptível pelos seus públicos de interesse.

Como muito bem utilizado por Anitta, outras marcas também fazem um bom uso do branding compartilhado, como é o caso o Bob’s e Ovomaltine, Mcdonald’s e Nintendo e GoPro e Redbull (que você pode ver no vídeo abaixo).

 

3- Ela é a responsável pelo seu branding/marketing e por quebrar recordes

A Anitta já participou do The Tonight Show, do americano Jimmy Fallon. A cantora pop também já lançou canções para o exterior, como a “Paradinha”, quebrou recorde nacional do Spotify e figurou a 15° posição no ranking da Billboard, estando na frente de ícones mundiais como Rihanna, Taylor Swift, Lady Gaga e Bruno Mars.

“Eu fico feliz quando vejo que as pessoas acreditam que eu seja um caso de marketing, porque sou eu que faço meu marketing”, disse à BBC Brasil.

É ela quem mantêm contato com a equipe de assessoria, quem agenda os shows, gerencia a sua publicidade e define suas estratégias de marketing.

3.1- É um case no Youtube

No Youtube, dos seus mais de 80 vídeos publicados desde 2011, a cantora já recebeu mais de 1 bilhão e 900 milhões de visualizações, tornando-se o 13° canal mais visitado do país.

3.2 Faz marketing não só no digital

Para engajar o público, a cantora fez uso da ativação de marca espalhar peças de xadrez por várias cidades do Brasil como estratégia de iniciar a divulgação do projeto “Xeque-mate”, apoiado pela C&A.

4- Ela sabe executar o Inbound Marketing

O Inbound Marketing é uma estratégia inovadora que rompe com os antigos conceitos de marketing propondo um novo método que se baseia em ganhar o interesse das pessoas e fazer com que seus potenciais clientes te encontrem e te procurem.

Ou seja, o Inbound Marketing busca atrair e conquistar o público-alvo para convertê-los em leads qualificados. É assim que a empresa americana Hubspot, criadora da estratégia, conceitua a metodologia que está substituindo o marketing tradicional (outbound).

Para se contrapor ao preconceito associado ao funk e conquistar um espaço no cenário da música pop, a Anitta teve todo um trabalho de educar os públicos e mostrar que seu trabalho poderia proporcionar experiências diferenciadas. Todo esse trabalho foi desenvolvido com uma gestão de comunicação integrada executada, principalmente, no ambiente digital (Facebook e Instagram).

5- Está em dia com as causas sociais

Assim como muitas empresas e ONGs atuem em causas filantrópicas, a Anitta não faz diferente: é defensora do LGBT e do empoderamento feminino, estando presente na incessante batalha contra a homofobia e o machismo.

6- É um exemplo legítimo a ser seguido

É notório que a Anitta é um caso relevante de marketing e branding. Ela sabe como engajar seus públicos de maneira eficiente, agregando valor à sua marca e legitimando-se no cenário atuante. Desta forma, a cantora conseguiu criar uma identificação, conquistar a admiração de novos públicos e consolidar, aos poucos, a sua reputação ao manter uma imagem positiva no Brasil e no exterior.

E você, o que acha da Anitta?

Referência

SPETHMANN, Betsy; BENEZRA, Karen. Co-brand or be damned. Brandweek, p. 21–24, November 21th, 1994.

Sobre o autor

Jason Mello

Jason Mello

Sócio-Diretor de Marketing da Agência Lorean, é altamente competitivo e louco por qualquer jogo ou esporte que possa render uma aposta honesta, além de ser apaixonado por marketing em todas as suas formas, tecnologia, política e astronomia.

Sofre toda a semana uma piada sobre sexta-feira 13 diferente.

Assine a nossa Newsletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!