Social Media

A era dos vídeos digitais

Mateus Barboza
Escrito por Mateus Barboza

Ligar uma câmera, falar sobre qualquer assunto e depois expor o resultado para milhões de pessoas. Há anos atrás, isso seria uma loucura, mas nos dias de hoje, é uma verdadeira febre! A era dos vídeos digitais chegou e parece que não vai durar tão pouco, já que esse formato audiovisual tem se apresentado como tendência atual na internet.

A tecnologia Flash possibilitou que vídeos de tamanhos reduzidos fossem visualizados e, com isso, a produção desse tipo de material explodiu! O crescimento do Youtube nos últimos anos está aí para comprovar como é real. É tão real, que existe gente ganhando dinheiro, postando seus vídeos nessas redes sociais.

Aliás, você sabia que publicar vídeos no Youtube é uma profissão? Isso mesmo, os “youtubers”, como são chamados, são pessoas que fizeram dessa aparente brincadeira uma carreira de verdade. No geral, eles são jovens que criam a sua conta no site que é chamado de (canal) e gravam vídeos sobre os mais variados assuntos. Alguns possuem uma temática específica, outros preferem falar apenas sobre o seu cotidiano e outros falam sobre tudo. A maioria adota uma linguagem jovem, porque quer se comunicar com um público jovem, apostando no humor e na descontração.

Youtube

A maior parte do dinheiro que um youtuber ganha vem da publicidade, ou seja, das empresas que aproveitam a visibilidade do canal para fazer anúncios nos vídeos. Mas existe também uma receita proveniente dos acessos em si.

Além desses youtubers, existem verdadeiras empresas que também faturam produzindo conteúdo em formato audiovisual para a internet, normalmente no formato de esquetes. O Youtube tem se tornado um concorrente direto da televisão como forma de entretenimento.

Os três maiores canais brasileiros no Youtube são o Porta dos Fundos, Parafernalha e o Programa Galo Frito. Todos eles nesse clima de programa de humor que há anos atrás seria pensado para a televisão.

E com a era dos vídeos digitais vieram também as pesquisas para compreender o comportamento do público que assiste a eles. Por exemplo, hoje se sabe que três minutos é o tempo médio que alguém consegue se concentrar totalmente em um vídeo na internet, então, os produtores estão pensando em materiais mais curtos e assertivos.

E atualmente é uma boa aposta você também entrar no mundo dos vídeos digitais para a sua empresa. Então vamos produzir?

Sobre o autor

Mateus Barboza

Mateus Barboza

Administrador, designer, social media, fundador do Marketing com Café, podcaster e fotógrafo por hobby.

Assine a nossa Newletter

Junte-se aos nossos leitores inteligentes e receba conteúdo semanal. E o melhor é Grátis!

Confirme a sua inscrição no seu e-mail. Obrigado!